A puberdade é um momento especial e ao mesmo tempo complexo para os adolescentes. Mudanças de hormônios, desenvolvimento das mamas, ciclo menstrual, mudanças corporais como músculos, pêlos, acnes, aceitação dos amigos, alterações psicológicas e por aí vai.

Febre mundial, que não podia ser diferente aqui no Brasil, o Crush é uma gíria dos adolescentes, está deixando os pais de cabelo em pé.  E tem motivo? Como lidar com essa nova situação?

#Crush– ele(a) aparece do nada e toma conta do seu filho(a), que deixa de fazer as refeições direito, não tem mais concentração para os estudos e não sai mais do celular ou do computador.

Muitas vezes essa paquera virtual é platônica. O Crush pode ser um famoso, morar no bairro ou estar na escola, já que na maioria das vezes, eles nunca se falaram pessoalmente.

Primeiramente, os pais precisam dar limites, isso começa na infância e com exemplo de casa, e também conversarem muito com seus filhos(as). Essa situação não pode virar uma obsessão. Existem jovens que ficam o dia todo seguindo e curtindo fotos, vídeos do seu Crush e deixam de aproveitar a vida.

Repreender não funciona, o importante é alertar e monitorar, pois existem muitos adultos que mudam as fotos e idade para abusar sexualmente dos adolescentes, levando até casos de morte e estupro. Vivemos na Era Digital, mas somos reais e os relacionamentos devem seguir esse conceito saudável.

Leave a Reply