Nossos sentimentos começam desde a gestação. Aceitação, amor, por exemplo, que são transmitidos pelos pais. Assim também como a raiva, vivida pela gestante, uma situação de medo ou angústia.

Como o passar dos anos, vamos escondendo nossos sentimentos. Muitas vezes para não parecermos frágeis. Já repararam como as crianças são felizes? Como elas são autênticas? Se estão tristes, choram, se não gostam de alguém falam.

“Guardar maus sentimentos, se anular por causa de alguém, destruir nossos sonhos. É um dos piores pecados que podemos cometer. Tem pessoas que gostam de dançar, mas não saem a anos para uma balada, pois seu companheiro(a) não curte.” Diz Lelah Monteiro.

Segundo a psicanalista e sexóloga da Rádio Globo, um dos passos fundamentais para o processo de mudança, é resgatar a CRIANÇA interior. Os registros, momentos felizes, desejos que tivemos na infância e que muitas vezes não levamos a sério.

“Converse diariamente com essa criança que existe dentro de você, e poderá trazer muitas respostas, acredite!” Finaliza a psicanalista.

Leave a Reply